Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4
Acessibilidade 5 Alto contraste 6

Câmara antecipa devolução de R$ 80 mil para prefeitura

Publicado em 05/05/2020 às 18:56 - Atualizado em 05/05/2020 às 18:56

Presidente da Câmara, Tancredo Ronska Baixar Imagem

O presidente da Câmara de Vereadores, Tancredo Ronska, anunciou durante a sessão virtual ocorrida nesta segunda-feira, que o Poder Legislativo irá antecipar a devolução de recursos proveniente do saldo remanescente dos rapasses mensais do Executivo. O valor que será repassado por meio de transferência para a Prefeitura é de R$ 80 mil e, segundo o presidente, orienta-se a aplicação do montante em ações de prevenção e combate ao coronavírus.

Durante a Palavra Livre o presidente comentou a respeito da devolução enaltecendo que os municípios, assim como os estados, o país e todo mundo, estão enfrentando muitas dificuldades financeiras por conta das crises estabelecidas pela pandemia. “A Câmara, ciente de sua responsabilidade, e também, com o intuito de auxiliar o povo campo-alegrense no combate ao Covid-19, estará antecipando valores na ordem de R$ 80 mil para prefeitura. Só queria solicitar em nome da Câmara e de todos vereadores, que esses recursos sejam utilizados exclusivamente na saúde”, disse o presidente.

Tancredo lembrou que as devoluções de recursos para as Prefeituras, costumam ocorrer nas Câmaras nos finais de ano. Segundo ele, em 2019, o Poder Legislativo de Campo Alegre devolveu mais de 220 mil reais para o Executivo. “É um recurso que conseguimos devolver graças ao orçamento enxuto de nossa Câmara. No ano passado não protocolamos nenhuma diária aqui na Câmara, além disso, ainda vale lembrar que a Câmara tem direito a até 7% do orçamento municipal e na atualidade, recebemos pouco mais de 1%”, enalteceu.

Sem mídia
Ainda na Palavra Livre, Tancredo parabenizou o vereador Nilson Fuckner (PSD), que na semana passada havia utilizado a Palavra Livre, para anunciar que iria doar metade de seu salário para ações no combate a pandemia. Porém, ele lamentou que a ação tenha sido feita com teor político. “O vereador havia perguntado na sessão sobre os tramites legais para doar. Todos os vereadores são livres para fazerem a doação que quiserem, a quem bem entenderem, seja para entidades, pessoas carentes ou para o nosso hospital. Cada um faz da forma que achar melhor”, disse.

Por fim, Tancredo comentou que tendo em vista as muitas mortes e os efeitos negativos que a pandemia vem causando, acredita que não seja hora de ficar fazendo política em cima de doações. “Eu mesmo já havia doado parte do meu salário no mês passado ao nosso hospital e também distribuí máscaras e álcool em gel nas comunidades carentes de nossa cidade, e vou continuar fazendo, assim como outros vereadores que também estão ajudando. Mas, nem por isso precisei expor isso na Câmara e em Redes Sociais, pra mim como pessoa o que vale é a consciência, só estou comentando porque o assunto veio à tona com sua fala (Nilson), na semana passada, e creio que nesse momento não devemos ficar fazendo mídia e política tendo em vista tudo o que está acontecendo”, finalizou o presidente.