Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4
Acessibilidade 5 Alto contraste 6

Risco de desabastecimento é pequeno em Campo Alegre

Publicado em 30/04/2020 às 14:37 - Atualizado em 30/04/2020 às 14:37

Secretário de saneamento disse que risco de desabastecimento é pequeno na cidade Baixar Imagem

Esta semana, o vereador Francisco Kuhnen, o Chico (MDB), requisitou durante a última sessão ordinária da Câmara, que se deu de modo virtual, maiores informações sobre o nível a represa do rio Turvo e também indagou se existem risco de racionamento de água na cidade, em virtude da forte estiagem.

O parlamentar elencou que vem sendo cobrado por membros da comunidade campo-alegrense a respeito da questão. “Gostaria que fosse encaminhado um ofício, para sabermos como está a situação de nossas águas hoje com esta estiagem forte. Se está previsto racionamento, e o que vai acontecer com nossas águas. Gostaria de tirar essas dúvidas e expor a situação até porque nós vereadores somos cobrados pela população”, disse o parlamentar durante a palavra livre. 

O secretário de saneamento, Peterson Koheler, informou nesta terça-feira (28) que, apesar da estiagem que vem castigando a região, que o risco de desabastecimento na cidade é pequeno. Conforme ele, nas últimas três semanas o nível do sistema de captação de água que abastece o Centro e grande parte dos bairros, baixou apenas cinco centímetros com relação ao nível normal.

Apesar do sistema de abastecimento de Campo Alegre estar normal, Peterson afirma que durante os oito anos que ele está a frente do comando da pasta, nunca havia presenciado um período tão longo sem chuvas. “Pelas medições que estamos fazendo creio que não existem motivos para a população se preocupar. Mas é importante lembrar que isso também depende de como o clima irá se comportar nos próximos meses. Por enquanto o nível está normal e não há risco nenhum de desabastecimento, com relação aos próximos meses as chances são pequenas”, garantiu.

Peterson ainda salientou que os dez poços artesianos que compõem o sistema de abastecimento da cidade estão cheios. “Nossos poços são profundos, de 80, 100 e até 120 metros de profundidade. Os poços que estão secando, pelo que algumas pessoas estão falando, são poços de tijolos com profundidade entre 5 a 15 metros”, salientou.

O secretário explicou também que em caso de necessidade, supondo que o nível da represa do rio Turvo, no alto da Cascata Paraíso, comece a baixar em grande escala, a secretaria de saneamento ambiental ainda tem outras medidas preventivas para garantir o abastecimento. “Um exemplo é interromper o fluxo de água para a cascata para o represamento de água. O importante é que a captação está tudo normal e que nada foi afetado até o momento, mesmo diante do longo período sem chuvas”, acrescentou.

Apesar de não haver riscos de desabastecimento, Peterson mencionou que a Prefeitura vem promovendo campanhas de conscientização para uso responsável de água.  “A ideia é alertar para que a população evite desperdício. As campanhas estão sendo transmitida na rádio local (Rádio Cidade FM) e também no site da Prefeitura”, concluiu.